viagens curtas Viagens

Viagens curtas para você fazer enquanto o frio não chegar

Que tal aproveitar que o frio ainda não chegou e curtir atrações ao ar livre, perto da sua casa? Selecionamos algumas opções para você! Então corra, porque o calor já esta quase acabando!

 

SP – Brotas

A cidade de Brotas fica a 250km de São Paulo, 160km de Campinas e a apenas 70km de São Carlos. A Cidade é um paraíso para os praticantes (e também para os iniciantes) de esportes de aventura. São muitas opções como trekking, rafting, canoagem, ciclismo, rapel e trilhas off-road para carros e motos rapel. Sua localização, na região central do estado, torna o acesso fácil a turistas vindos tanto da capital quanto do interior.

A combinação do relevo com morros e escarpas com a abundância de água produziu dezenas de cachoeiras, com visuais deslumbrantes para quem quer aproveitar o feriado em contato com a natureza! A cidade é pequena, charmosa, e conserva muito bem seus prédios históricos.

A hospedagem vai de pequenas pousadas e chalés até hotéis fazenda e resorts completos (alguns, inclusive com campo de golf). Brotas pode ser aventura ou sossego, só depende de você.

 

RJ – Ilha grande

Um belo refúgio para os cariocas é a Ilha Grande. Localizada nas proximidades de Angra dos Reis, a Ilha Grande possui apenas alguns poucos vilarejos que vivem do turismo e da pesca. São dezenas de praias paradisíacas, muitas delas com água tranquila e cristalina, excelentes para banho e para mergulho.

O acesso é somente de barco: não é permito o tráfego de veículos particulares na ilha. Para chegar, deixe seu carro em Angra dos Reis ou em Mangaratiba, onde há linhas regulares de barcos que fazem o trajeto até a ilha. O percurso dura de 50 minutos a 1h30, dependendo da embarcação, condições do clima e local de embarque). Uma dica: nem pense em deixar seu carro na rua, procure os estacionamentos fechados próximos dos locais de embarque para a ilha.

Uma ótima pedida são passeios de escuna que passam pela Ilha Grande e visitam outras ilhas e praias da baía de Angra dos Reis. Também é possível alugar barcos e lanchas para te levar de um ponto a outro. Outra forma de chegar às praias é por trilhas a pé, por dentro da mata atlântica. Há percursos de diferentes distâncias e graus de dificuldade.

Há opções de hospedagem em várias partes da Ilha, mas se você quer estar próximo de restaurantes, da vida noturna e da estrutura “urbana”, a pedida são as pequenas pousadas na Vila do Abraão.

 

SC – Guarda do Embau, Palhoça

O povoado de Guarda do Embaú fica a apenas 50km do centro de Florianópolis. A ilha de Florianópolis tem excelentes praias e muito agito nos feriados, mas mesmo assim, a praia da Guarda do Embau, no continente, vale a visita.


Em uma pequena área você tem o simpático vilarejo, um gostoso riacho, um morro para subir e quilômetros de praia de areia branca. Vale a pena subir o morro da Pedra do Urubu para ter uma visão maravilhosa tanto da Guarda quanto da praia vizinha, Pinheira. A Guarda é, sem dúvida, um dos lugares mais bonitos e gostosos que já visitei! Você pode aproveitar a visita à Guarda para conhecer Florianópolis ou uma visita a Florianópolis para conhecer a Guarda. Essa região é tão bonita que ótimas opções por perto não faltam!

 

MG – Represa de Furnas

As águas da Represa de Furnas formam um belíssimo cartão postal no sul de Minas Gerais. O lago é imenso, com 1440km² e banha 34 municípios. Vindo de Belo Horizonte, pode-se atingir a represa pelo município de Formiga, a pouco mais de 200km da capital Mineira. Quem vem de Ribeirão Preto também percorre cerca de 200km para chegar ao município de Capitólio. Mas há muitas rotas e destinos possíveis…

O lago é excelente para praticantes de esportes náuticos, passeios de barco e pescarias. Por isso, a região acabou ganhando o apelido de Mar de Minas. O relevo da região é bem acidentado, formando cânions e escarpas por toda a represa. O contraste das águas com as paredes amareladas de pedra é difícil de esquecer. Mesmo das estradas da região, como a MG-050, dá para flagrar visuais de tirar o fôlego. A região também é bastante procurada para trekking, acampamento e trilhas off-road para carros e motos.

Outra ótima pedida é parar nos chalés à beira da rodovia que vendem as delícias da região como queijos, doces, pamonha e a tradicional cachaça mineira.

Viu como ainda dá tempo de arrumar um programa legal? Arrume sua mochila e se prepare para curtir essa estação gelada que já esta chegando!!