ibitipoca Viagens

Ibitipoca: o destino para aventura, sossego e natureza

Ao escutar pela primeira vez, pode soar estranho o nome Ibitipoca e até causar certa estranheza como “por que nunca ouvi falar desse lugar antes?”. Ao colocar os pés no parque de mesmo nome, a sensação é outra: a estranheza some. A natureza está por todos os lados, parece não existir estresse num raio de centenas e quilômetros e só resta curtir o encantamento de um dos melhores destinos para ecoturismo do Brasil.

Para quem é fã de aventura e natureza, o Parque Estadual do Ibitipoca é um santuário no sul de Minas Gerais. As atividades por lá rendem para vários dias de viagem. Você pode mergulhar nos vários poços de água na temperatura ideal pelo Circuito das Águas, fazer trilhas e sentir o ar puro a quase 2 mil metros de altitude pelo vale ou ficar impressionado com a estrondosa cachoeira Janela do Céu, com seus 200 metros e sete quedas d’água. Há ainda cerca de 20 grutas espalhadas pela região e em algumas é permitida a visitação, como a gruta dos Três Arcos com suas imensas colunas de pedra que mais parecem uma obra arquitetônica moderna.

Animais das mais diferentes espécies, como o tucano-de-bico-verde e os macacos barbados, são companheiros pelas trilhas. Por ter sido um local de mineração na época colonial, as ruínas com mais de três séculos contam um pouco da história sobre a época em que os portugueses chegaram à região em busca de ouro.

As opções de atividade são inúmeras para os mais aventureiros. Pode-se fazer rapel ou tirolesa pelos verdadeiros cânions desfiladeiros. Há ainda trilhas de trekking, bike e moto, além de passeios de 4×4 e cavalgadas.

Chegar neste lugar praticamente intocado requer planejamento. Se puder, fuja dos feriados quando o parque fica lotado de turistas. Por ser um local de preservação, há um limite de 300 visitantes por dia no parque. Para chegar lá também é preciso estar com o carro em dia com a manutenção. Há trechos de serra elevados e parte deve ser feita em estradas de terra.

De resto, Ibitipoca é um lugar para desligar dos problemas e curtir sua alta altitude como se estivesse mais perto do céu.