Hamburguer Cotidiano

Comidinhas para comer no carro

Olá pessoal! Quem vive no trânsito das grandes cidades sabe o aperto que é ficar com fome ou sede dentro do carro. Sem saída, você não tem escolha… Vai sofrer até chegar ao seu destino. Pensando nisso fiz uma lista com lanches legais para serem levados no carro, seja para o dia-a-dia seja, para viagens. E também aquelas que os motoristas gulosinhos devem evitar. O importante é beliscar na hora certa: naquele semáforo que leva horas ou em uma parada estratégica durante a viagem!

 

Os melhores lanches para comer no carro:

Água: O refrigerante esquenta depois de alguns minutos e fica insuportável. O isotônico também. O café, ou está muito quente, ou já esfriou. O suco natural vai perdendo seu sabor. Ou seja, nada melhor que uma garrafa de água mineral, ou que você tenha enchido em casa mesmo. A garrafa ainda tem a vantagem de ficar fechada, evitando prejuízos no caso de uma manobra desastrada.

Barrinha de cereais: A embalagem da barrinha é seu grande trunfo. Não dá cheiro, não meleca, e depois de comer, é só deixar no lixinho do carro. Dica: dê preferencia para as barrinhas sem chocolate. Se você sempre fica preso no trânsito e não deixa seu carro no sol, pode até deixar uma ou duas no porta luvas, para emergências. Se você não comer no trajeto, a barrinha cabe tranquilamente no bolso ou na bolsa para você comer quando quiser.

Sanduíche de Pão de forma: prefira um sanduíche de pão de forma, eles soltam muito menos migalhas que os de pão francês (ou de sal). Faça sanduíches pequenos que caibam facilmente na boca e não se desmanchem provocando a bagunça. Maneire no molho e na maionese para não dar chance ao azar! Bisnaguinha também vale!

Frutas: Frutas sem muito caldo, pequenas e fáceis de morder. Se puder comer com casca, melhor ainda. Maçã e pêssego estão no topo da lista! Mas tenha bom senso, não vá comer uma jaca no carro e dizer que viu a dica aqui!

Chicletes sem açúcar: Está no meio de uma viagem ou do trânsito com aquela sensação ruim depois do almoço? Chicletes sem açúcar vão te ajudar com certeza! É excelente também para ajudar na ansiedade dos fumantes que não querem (nem deveriam) fumar no carro.

 

Piores comidas:

Paçoca – Você acha que teve uma má ideia hoje?  Podia ser pior, você não resolveu comer paçoca no carro!

Chocolate – As embalagens não são nada práticas se comparadas às de barrinha e a textura passa de ideal para pegajosa com qualquer mudança de temperatura. A gordura do chocolate vai acabar sujando terrivelmente vidros, bancos e volante. Responda sinceramente, você consegue comer chocolate numa boa, sem melecar a ponta dos dedos? Dica para os chocólatras incorrigíveis: alguns carros têm porta luvas refrigerados. Ou você pode tentar direcionar as saídas do ar condicionado para onde está seu chocolate.

Sorvete/ Picolé – Qualquer freada transforma a gostosura em travessura!

Sanduíche com molhos – Não importa se é maionese, barbecue, molho caseiro da mamãe, sanduíches com molho têm uma atração irreversível pelo seu colo, sua camisa e pelo banco do seu carro.  Se for montar um sanduba para viagem, coloque muito pouco ou nada de molho. E cuidado com aquela alface picadinha, ela também se esconde no carro em lugares que você nem sabia que existia.

Bebida alcoólica – Não custa avisar: beber e dirigir, além de crime, é uma baita de uma irresponsabilidade que pode custar a vida de alguém. É melhor que o carona não beba também, para evitar um mal-entendido!

 

Bom apetite e boa viagem!