mulheres_trânsito_histórias Segurança

Mulheres, trânsito e histórias

Hoje vou compartilhar com vocês uma história, no caso, minha e da minha mãe. Estava conversando com ela justamente sobre carros e todos os apuros que já passamos no trânsito. Para terem idéia, só para ir e voltar do trabalho diariamente eram uns 60 km. Claro, tinha de ser motorista de mão cheia para superar essa maratona.

Sempre há uma ajuda ou inspiração mais próxima do que você imagina!

 

Mas resolvi voltar um pouco no tempo para falar de quando ela começou a dirigir. Eu já era um pouco crescidinha e lembro que fiquei na casa de uma amiga quando ela foi fazer o exame prático. E foi justamente essa amiga o braço direito para que ela superasse todos os medos iniciais que todos temos de dirigir – falo porque até hoje eu tenho alguns!

Na época tínhamos um carro não muito do moderno, inclusive um tanto quanto caindo aos pedaços – que coisa feia, né? E imaginem a seguinte cena: um veículo cheio andando super devagar na direita porque ia entrar em uma saída de uma rodovia movimentada e todo mundo buzinando. Isso não ia dar certo por muito tempo.

Então, minha mãe começou a sair mais com essa amiga para treinar e ser salva de momentos em apuros, como o carro voltar em uma subida, por exemplo. Aos poucos ela foi pegando prática e virou uma motorista de primeira. Inclusive até demais, que deixava muita gente comendo poeira.

Se você está numa situação parecida sempre vale recorrer para uma pessoa mais experiente te acompanhar até mesmo para não ficar sozinha e sentir mais segurança no volante. Posso garantir que por aqui já deu certo e mais de uma vez.